A PADI, a maior certificadora de mergulho recreativo do mundo, foi vendida por US$ 700 milhões de dólares, para um grupo chamado Mandarinfish, a informação foi veiculada no blog Diving Bussiness. Está é a terceira vez que a maior certificadora de mergulho do mundo é negociada nos últimos anos.

Frente ao declínio recente do mercado de mergulho no mundo é de se estranhar que fundos de investimentos, que normalmente compram uma empresa, aumentam a sua lucratividade e a vendem por um lucro maior.

A atual dona da PADI, Providence Equity, a comprou em 2015 e em novembro do ano passado anunciou que a tinha posto a venda por um bilhão de dólares. A venda anunciada essa semana representa um deságio de 30% no preço inicial a ser negociado.

Em 2015 a empresa anunciou um programa de treinamento especifico para mergulho livre, o "PADI Freediver".