A Confederação Mundial das Atividades Subaquáticas (CMAS), aprovou a pedido oficial da equipe da Nova Zelândia, o uso do "Freediver Recovery Vest" durante o Campeonato Mundial de Pesca Submarina 2016 que será realizado no mês de setembro na Grécia.

O Freediver Recovery Vest é essencialmente uma versão moderna do DSA (Dispositivo de Segurança de Apnea), que foi desenvolvido inicialmente pela empresa Mares e depois melhorado pelo renomado pescador de águas azuis Terry Mass.

A versão original consistia de um colete inflável equipado com um temporizador que no tempo programado, inflava e trazia o mergulhador de volta a superfície. A versão moderna, desenvolvida em parceria com a Oceanic, introduziu um computador capaz de inflar o colete não apenas com base no tempo mas também com a profundidade máxima programada. Ele inclui também um botão de ativação de emergência e sensor de consciência da vítima no fundo e na superfície.

A CMAS acredita que essa é uma mudança de segurança válida para as futuras competições de pesca submarina, lembrando que a utilização do Freediver Recover Vest é opcional e em caso de sua ativação, mesmo acidentalmente, resultará em desqualificação imediata do atleta.